0 In Ensaios/ Importados

Sobre Felicidade – Miata

DSC01049

Ninguém pode negar: O Miata é um dos carros mais felizes da terra! Outro fato inegável é que ele também é um dos mais queridos e desejados, com certeza você já lascou um sorriso olhando para um deles. Vamos contar a história entre o Felipe Cluk e seu Miata 94.

“Comprei o Miata em março de 2014, e foi meu primeiro carro. Eu sempre curti carros mas não queria comprar um carro que não gostasse. Se fosse para gastar tinha que ser com o que eu realmente gostava. Na época estava em dúvida entre comprar um Impreza GT 98 ou um Miata, e por causa de suas características únicas acabei escolhendo um Miata 1994,  um carro extremamente leve (980kg na versão 1.8), tração traseira, distribuição de peso quase perfeita (51/49), extremamente bom de curva e com um motor 1.8 que entrega 130cv. Não é uma fabrica de potência, mas é boa o suficiente para um carro leve e acima da média de carros normais.” diz Felipe.

De fato o carro possui muitas características que nós, gearheads admiramos e buscamos em nossos projetos. O carro veio de um membro do clube Miata Brasil, mas o carro não estava tão bom quanto era o esperado: “Levei no Alexandre da Gearhead garage, que trabalhou na mazda do Brasil nos anos 90 e é um especialista da marca, onde os membros do Miata Brasil levam. Ele identificou varias irregularidades no carro, muitas gambiarras, peças não originais, coisas colocadas e posicionadas em lugares errados. O miata é um carro com uma mecanica extremamente simples, facil e barata de fazer. Mesmo sendo importado, as peças la fora são absurdamente baratas, porém os donos em sua maioria são colecionadores que não tem conhecimento nenhum de mecanica, e levam em oficinas e mecanicos que consideram de “confiança”. Muitas delas de renome, mas que acabam fazendo serviços porcos, usando peças chinesas e baratas (dizendo que estão usando original), fazem gambiarras, adaptações mal feitas, e as vezes até de peças de carros nacionais.”

DSC01029 DSC01063 DSC01006

Mais alguns detalhes receberam um cuidado especial, a frente inteira do carro foi pintada, mas ele lembra que ainda falta alguns detalhes para ficar perfeito, mas a mecânica é impecável.”

O carro também recebeu diversos upgrades,  filtro de ar, cold air intake, cat delete e bobinas independentes, que ajudaram o motor a trabalhar mais suave e mais esperto, as rodas 14 originais foram substituídas por 15 tsw trackstar com pneus Dunlop Direzza, foi feita também a cambagem com as especificações da preparadora americana Flying Miata com -1º na frente e -1,5º na traseira. “Isso transformou o carro, e como costumo dizer pela primeira vez em 3 anos com ele eu descobri como é de verdade dirigir um miata.” disse Felipe.

“Os planos futuros são uma capota nova, ja que a minha rasgou o zíper em uma viagem por causa do frio. Quando a temperatura está baixa a capota fica bem rígida, tinha esquecido o zíper da janela traseira aberta e começou a chover. Quando fui fechar, a capota estava tão rígida por causa do frio que rasgou a costura do zíper.
Também está na hora de fazer os freios, e depois disso queria dar um banho de tinta da porta para trás. E para o ano que vem quem sabe começar finalmente a preparação com um turbo para chegar na casa dos 200cv na roda. “
DSC01049 DSC01012 DSC01014 DSC01016 DSC01019 DSC01029 DSC01033 DSC01070 DSC01073 DSC01075 DSC01081 DSC01093 DSC01113 DSC01114 DSC01136 DSC01144-2 DSC01146-2 DSC01149-2 DSC01157

 

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply